Weby shortcut
COEC.logo
Logomarca da UFG

Extensão Universitária

Atualizado em 19/11/14 09:33.

 

No âmbito da UFG a extensão universitária é o processo educativo, cultural e científico que articulado ao ensino e à pesquisa, de forma indissociável, viabiliza a relação transformadora entre a Universidade e a Sociedade. No seu programa de extensão, a UFG vem apoiando iniciativas governamentais, não-governamentais ou mesmo particulares que tenham como princípio a busca de alternativas visando à melhoria da condição de vida de todos, reconhecendo a diferença entre ações paliativas, que se destinam a atender situações críticas e emergenciais, e ações voltadas para soluções definitivas dos problemas, não assumindo, no entanto, como sua a responsabilidade única pela solução desses problemas. Procura-se incentivar a relevância social, econômica e política dos problemas abordados, os objetivos e resultados alcançados e a apropriação, utilização e reprodução do conhecimento envolvido na atividade de extensão.


A extensão tem pautado suas ações por três grandes objetivos: (a) integrar ensino e pesquisa na busca de alternativas, visando apresentar soluções para problemas e aspirações da comunidade; (b) organizar, apoiar e acompanhar ações que visem à interação da universidade com a sociedade, gerando benefícios para ambas; e c) incentivar a produção cultural da comunidade acadêmica e comunidades circunvizinhas.


A partir dessas referências, a extensão é desenvolvida no sentido de organizar, apoiar e acompanhar ações voltadas para a educação do cidadão nas áreas de educação pública, educação especial, cultura, lazer e recreação, saúde e meio ambiente, criando mecanismos institucionais que permitam avançar o processo de integração entre a Universidade e diversos setores da Sociedade.


Sistematizadas na forma de cursos, eventos, prestação de serviços, projetos e programas, as ações e suas produções acadêmicas devem ter seus resultados considerados no planejamento e na tomada de decisões da UFG nas áreas de ensino, pesquisa e extensão


Os instrumentos legais que normatizam a extensão na Universidade Federal de Goiás evidenciam o compromisso institucional para a estruturação e efetivação das atividades de interação da Universidade com a sociedade. Estão regulamentadas ações nas categorias cursos, eventos, prestação de serviços e projetos, além de programas que englobam diversas ações.


Os coordenadores de ações de extensão e cultura cadastram “on line” as propostas através do Sistema de Informação de Extensão e Cultura. Este sistema, SIEC, oferece aos extensionistas ferramentas para gerenciamento, como: controle de pessoas beneficiadas, inscrições, envio de resumos no caso de eventos, emissão de certificados e construção de página na internet. As ações aprovadas nas unidades acadêmicas e registradas no SIEC ficam abertas à consulta na página da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura. O sistema traz benefícios que incentivam o cadastro das ações de extensão, o que se observa em seus primeiros meses de funcionamento. Além disso, a organização dos dados é feita pelo sistema, como importante instrumento de gestão.


Na UFG existem recursos destinados à extensão, advindos de 2% do orçamento, além de convênios externos estabelecidos pela participação em editais públicos. A instituição oferece 100 bolsas para alunos vinculados às ações de extensão, no Programa de Bolsas de Extensão e Cultura, PROBEC.O valor da bolsa se equipara à bolsa de iniciação científica PIBIC.Oferecemos também o Programa de Voluntariado – PROVEC – no qual alunos são selecionados para atuarem voluntariamente nas ações de extensão e cultura.


O incentivo à sistematização de ações de extensão em Programas faz parte da política de extensão da UFG para induzir práticas interdisciplinares que envolvam diversas unidades acadêmicas e parcerias entre instituições. Os focos temáticos representam as linhas de extensão presentes no documento elaborado pelo FORPROEX, Fórum de Pró-Reitores de Extensão e Cultura.


Encontra-se em fase inicial a preocupação com a avaliação da extensão na UFG. A relevância acadêmica e social, a interdisciplinaridade e a relação dialógica com os setores sociais têm sido consideradas, assim como outros indicadores destacados no documento de Avaliação Nacional da Extensão Universitária.


Os docentes e técnico-administrativos que coordenam ações de extensão estão sendo estimulados a pensar nas questões de avaliação, nos produtos gerados pela extensão e em seus indicadores. Entretanto, é necessário mais tempo para que essa consciência esteja definitivamente implantada na UFG.

Listar Todas Voltar